Posted by : Monik Ornellas

Terremotos, tsunamis e crises que se iniciam e ninguém sabe de onde veio, muito menos há uma previsibilidade para onde se vai. Essa inconstância abala tremendamente a profunda necessidade humana de saber onde está, se localizar, entender seu status e as probabilidades das situações, de forma a criar uma posição e com ela, a ação.
A cada surpresa é como se o homem recebesse um soco na boca do estômago. O fato é que ele está cada dia mais longe das possibilidades de controlar seu meio e com isso não consegue digerir o que fazer, nem para onde ir.

O trato digestivo nos fala de uma realidade que precisa ser mastigada, diluída, digerida, para que possamos separar o que nos pertencerá, abrindo mão daquilo que não nos serve mais.

Se o homem não consegue compreender, não consegue digerir, se não digerir, não terá condições de enxergar as verdades que lhes são necessárias descartando as experiências que não lhe acrescentam.

E como resolver essa pendenga? O estômago está não só localizado, como diretamente ligado ao Chakra do Plexo solar, que nos fala da profunda necessidade de vivenciarmos nosso ego. É através dele que exercitamos na vida os aspectos temporários de quem somos.

Se precisamos controlar o meio, significa que não estamos interagindo com ele. Por termos uma natureza de imã dentro da realidade, aquilo que nos chega é exatamente a porção que atraímos, e muito disso está na certeza, ou a ausência dela, que mora dentro do plexo solar.

Por milênios vivemos sob a batuta de pessoas controladoras, isso nos fala de pessoas com os três primeiros chakras muito fortes, porém, não em equilíbrio. Elas esquecem que não só elas, como todos nós somos providos de chakras, ego, vontade, desejos e necessidades. Uma pessoa equilibrada consegue honrar sua maestria, sabendo que ela também reside no outro.

Quanto mais atentos e despertos estamos para a realidade, melhor podemos processar e digerir os fatos que nos cercam.

Problemas de estômago falam de: controle, insegurança, ego ferido, arrogância, baixa estima, raiva de si mesmo, entre um milhão de outras possibilidades criadas mediante a necessidade de controlar.

Como equilibrar?
Um dos sistemas mais complexos de equilibrar para mim é o digestivo. a aromaterapia auxilia a acalmar, porém, o ideal é entrarmos em contato com as questões pessoais que nos "correm", para isso procure um terapeuta qualificado.

Massagem!
No alívio corporal, massagens e principalmente ventosas têm um resultado fenomenal. Elas ajudam a diminuir o nó gástrico e a toxidade local, dando um alívio para que você ganhe tempo e corra atrás das questões emocionais. Já fiz tratamentos com resultados fantásticos para: gastrite, azia, refluxo e dores estomacais por tensão emocional. Vale a pena!

EFT!
Emotional Fredoom Techniques - uma técnica pra lá de maravilhosa para liberarmos tudo que nos assola internamente, você pode fazer processos direcionados para sua questão gástrica. O alívio é certo!

Se fizer tudo junto, melhorar ainda, pois uma complementa e reforça a outra.

Se tiver dúvidas, faça contato comigo, será um prazer ajudar!

Abraço!
Monik Ornellas

Leave a Reply

Deixe suas dúvidas ou mande um e-mail.

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © Monik Ornellas - Skyblue - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -