Posted by : Monik Ornellas

Eu não sei se você sabe, mas temos previsões de este ano passarmos por muitos cataclismas.


Os Cataclismas são ferramentas muito interessantes na transformação da consciência de massa, principalmente no mundo globalizado em que vivemos. Eles movem a consciência de milhares de pessoas em prol de outras, repagina os valores morais, financeiros e pessoais com relação ao valor da vida, revira a energia local (terra) para que ela se renove, entre milhões de outros fatores importantes e necessários.

Todos esse desastres naturais nos contam sobre a segurança que tanto buscamos, mas que de forma alguma existe. Eles são como um pé na bunda da humanidade quando ela estagna, do tipo, se você não quer evoluir por bem, então... Mas veja, isso não tem nada a ver com a idéia de “punição”, é um movimento natural do universo e de todas as coisas. Ele – o Universo - está sempre em expansão, e não irá deixar de realizar esse processo por que você não deseja crescer e aparecer, certo?

Por isso tudo, dizemos que o planeta está em fase de limpeza e transição. Kardecisticamente, costuma-se dizer que estamos saindo de uma planeta de ‘provas e expiações’ para um de ‘regeneração’, por isso passamos por ‘limpeza’.


Mas o quê significa essa tal de limpeza? 
É exatamente quando o planeta começa a colocar para fora a galera que não está afim de crescer, é uma questão de respeito ao livre arbítro de cada um, pois temos todo o direito de não querer sair do lugar, só não teremos mais o direito de NÃO fazê-lo AQUI. O planeta irá caminhar de qualquer forma e se você não se propuser a dar o salto junto com ele, “a porta da rua é serventia da casa”, tipo assim.

Essa limpeza também é uma forma de mexer nas energias locais, mudar - literalmente - as coisas de lugar, para que elas se re-organizem de outra forma (não é assim na sua casa, quando você faz uma faxina?). 

Como ficamos muito acostumados a tudo 'organizadin, limpin e controladin', esse processo causa uma baita bagunça não só nas ruas, nas casas e nos locais, como nos pensamentos, nas emoções e obviamente nas percepções das pessoas. Porém, aquilo que parece o fim do mundo quando o cataclisma acontece, se transforma num processo de re-significação e auto superação,  anos depois.

O mundo fica tão parado e sedimentado num só ponto de vista da realidade, que passa não só a desconhecer, como a ignorar a possibilidade de novos potenciais, tais eventos vêm para desconstruir esse comportamento.

Quem trabalha no quê?
Nesse passo, existem muitos trabalhadores em diversos níveis, literalmente. E quando falo nível, não estou graduando se melhor ou pior, superior ou inferior. Acho que a palavra “frente” se enquandra melhor: ‘Somos muitos trabalhadores em diversas frentes de trabalho’. Há aqueles que colocam a mão na massa e vão aos locais como voluntários, enfermeiros, médicos e etc, há aqueles que trabalham do ‘outro lado’ recebendo e encaminhando quem sai 'daqui' e chega ‘lá’, há a galera que trabalha 'aqui', mas espiritualmente 'lá'. E há a galera que trabalha aqui, com o povo que decidiu ficar e expandir. Esse é meu caso e o caso de toda galera que trabalha com “Nova Energia”. Existem milhões de milhares de frentes de trabalho ainda, é impossível para mim enumerar todos que se movimentam atualmente, além da importância de cada um.

Eu enrolei esse post todo, para falar somente isso: um dos trabalhos de suma importância nesse momento, está no despertar e na expansão da consciência de cada um. Esse é um conceito super-mega simples, mas super-mega difícil das pessoas entenderem: Você e eu individualmente, mudamos, ajudamos e influenciamos o planeta quando fazemos nossas pequeninas escolhas do dia-a-dia.

A falta de consciência sobre isso, tem feito com que as pessoas levem a vida na base do ‘tanto faz’ e do ‘não faz diferença’. Não estou falando de ser santo, nem de deixar de viver, de abrir mão da sua cerveja ou do prazer, nada disso, mas sim fazê-lo com consciência, buscando clareza por trás de cada coisa. Fazê-lo mediante escolhas contínuas entre ser feliz e fomentar sofrimento, entre assistir o noticiário desgracento ou ver um filme de comédia, entre milhões de escolhas e ações muito pequeninas que juntas criam hábitos e percepções diferenciadas da vida. E é isso que o planeta quer e precisa nesse momento.

Se há limpeza lá, há limpeza aqui
Como tudo nesse mundinho que vivemos é reflexo e expansão, entende-se que, se o planeta está limpando lugares e mudando coisas de lugar, automaticamente, nós seres trasformadores de realidade, fazemos o mesmo movimento, logo, não basta levantar o dedo e dizer:"Ei! Quero ficar aqui, serei um bom garoto! Prometo!", nananinanaum, precisamos começar a abrir nossos baús cármicos, expurgar feridas, rever conceitos e crenças para que nossos pensamentos e emoções fiquem cada dia mais leves, espelhando comportamentos cada vez mais felizes e autênticos.

Como parte da limpeza pessoal, gostaria de falar sobre o problema da informação. Milhões acham que se desligarem a TV se tornarão alienados. Aquilo que você vê e a forma na qual interage, alimenta quem você é, se em algum nível você deseja mudar isso, então uma das primeiras coisas é mudar sua alimentação, e não falo da física. 

Você deseja um mundo feliz, mas sua TV te conta de um mundo onde só existe corrupção, roubo e falcatrua, automaticamente, seus pensamentos, emoções e comportamentos operam dentro de crenças de que não existe nada diferente disso. Você só pode perceber o outro lado da moeda, se se desconectar dessa "vibe", dessa frequência, que não é de forma alguma real, só é comum. Mas será que você deseja realmente ser comum?

Nos alimentamos de pensamentos, que alimentam emoções, que criam mundos. Se você deseja um mundo diferente precisa se alimentar de programas, pessoas, projetos e empregos diferentes.

Desinformação é algo que inesxiste, é ilusão achar que você irá ficar desinformado, pois estamos todos conectados, quer você queira, ou não. Temos que estar o tempo todo sintonizados, ligados e antenados com aquilo que é bom e nos faz feliz, independente se existem milhões morrendo do outro lado do mundo e isso não é egoísmo, é trabalho consciente. Quando fazemos isso, criamos não só um ponto de luz, como um baita ancoramento de energia, de boas energias, de fortes energias. Energias essas, que ajudam e alimentam aquela galera que coloca a mão na massa, que cria campos de luz para que muitos sejam carregados do outro lado para outros campos, entre milhões de processos que fomentam a expansão de consciência no planeta.

Ser feliz não é pecado, nem errado, essa é uma crença antiga e inconsciente.

Você não pode ajudar alguém entrando na tristeza ou desespero dele, mas sim, acolhendo e irradiando sua alegria e ternura. Para isso, precisamos regá-las e alimentá-las diariamente.

Nosso diferencial como seres humanos não é comungar de idéias comuns, mas sim criar novas idéias e novos mundos, mas é impossível fazer isso plugado na verborragia do senso comum, é necessário que cada um de nós, faça a escolha pessoal e única de dar esse salto de consciência que o planeta está pedindo, que não é nada mais, nada menos que: "Seja Feliz!"... caso contrário: “A porta da rua é serventia da Casa”.

Cada pessoa está no lugar certo, na hora certa.

{ 7 comentários... read them below or Comment }

  1. "Cada pessoa está no lugar certo, na hora certa."

    Tomara que realmente esteja :P Mto legal o post, Monik. É um assunto que me interessa mto. Escreva mais posts sobre isso. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Valeu Manoella!
    Conforme os assuntos e as inspirações forem surgindo, vou postando aqui ou no Bitola de acordo com a "vibe" de cada um, rs.
    Mas se desejar pode fazer perguntas direcionadas sem o menor problema.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. ola passando aqui pra dizer que adorei seu blog e que virei seu seguidor se quiser seguir o meu agradeço
    tenha um bom dia abraços e sucesosss
    http://audienciadatvrealtimes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá, descobri seu blog por esses dias. Tenho bastante empatia com as tuas abordagens sobre o poder da mente, a nossa essência e essa consciência de que somos parte do Universo e não espectadores. Tb acho q estamos num novo "Ponto de mutação", até lembrei hj do filme com esse título baseado no livro do Capra e tb o 1º livro dele "O Tao da física".
    Bom é coisa antiga mas o cara tinha uma cabeça ótima para fazer umas conexões q na época mt pouca gente entendeu e nem eu, era então mt nova em todos os sentidos mas como muita coisa ficou na minha cabeça, anos depois fui ler novamente e aí minha consciência já estava um pouco mais desperta.
    “Ao término de um período de decadência sobrevém o ponto de mutação.
    A luz poderosa que fora banida ressurge.
    Há movimento, mas este não é gerado pela força.... O movimento é natural, surge espontaneamente. Por essa razão, a transformação do antigo torna-se fácil. O velho é descartado, e o novo é introduzido. “Ambas as medidas se harmonizam com o tempo, não resultando daí nenhum dano.”I Ching – Oráculo Chinês.
    Acho q essa é a hora. Consciências despertam a todo o momento, por isso hj temos tanta informação e tanta liberdade e meios para trocá-la, exatamente pq tem muita gente preparada (sintonizada) p captar a mensagem e repassá-la:D
    Desculpe o exagero do comentário, culpo o entusiasmo.

    ResponderExcluir
  5. Olá Maia, de forma alguma, fique totalmente à vontade para comentar.

    Entendo seu entusiasmo, uma das melhores sensações é a de qdo começamos a despertar, é como se fôssemos ficando cada vez mais clarificados e leves, principalmente pq grande parte do despertar é sobre a liberação da culpa e do medo, fazendo com que nosso dia-a-dia se torne realmente mais colorido ao ponto de querermos contar para todos as boas novas, rs. E assim, passamos a oferecer sorrisos mais genuínos à quem nos cerca, rs.

    Quanto mais vc for se esclarecendo, vai perceber que a cada dia novas fichas cairão, mas não engula tudo que lê, somos cientistas natos, então conteste, mas não negue.

    Só uma observação: nosso poder não está na mente, está no sentir, nossa mente anda limitada e ela só pode expandir se nos permitirmos sentir.

    Obrigada pela visita, pelo comentário e por poder receber mais um ser muito humano que está começando a assumir sua maestria.

    Forte Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Monik,

    Tenho um presentimento que vc já deve ter lido/escutado isto um montão de vezes, mas de qualquer forma "PARABÉNS PELO SEU TRABALHO".

    Comungo da sua linha de pensamento e de outros que da forma deles estão nesta direção.

    Ultimamente venho observando, e para mim, sem dúvida está prestes a ocorrer uma mudança no planeta, como sou um aspirante na prática e estudos da tradição do Yoga, nesta linha, temos o conceito de idade/era ( YUGA ), estamos no final da KALI YUGA a mais materialista ( ENERGIA MAIS DENSA ), e entraremos na SATYA YUGA a mais espiritualista ( ENERGIA MAIS SUTIL ), não estou preso a quando termina uma e começa outra em termos de anos, até porque isto pode variar em função do nosso despertar, mas sim em termos da ressonância da vibração do planeta e da humanidade.

    Nesta linha se o planeta muda a vibração, naturalmente só "fica" quem está em ressonância, os demais irão para um ambiente adequado as suas vibrações.

    Vou parar por aqui senão tomo o espaço dos demais, rsrsrs.

    NAMASTÊ

    Paulo.

    Quando puder de uma visitada em

    YOGA24HORAS,BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  7. Olá Paulo! Fique à vontade para se manifestar, quase todas as linhas espititualistas falam as mesmas mensagens, ao seu modo. Acho ótimo porque acabamos alcançando pessoas diferentes, sob variados aspectos.

    Esse tempo que você fala de passagem de um nível para o outro é beeemmmm mais extenso do que nosso entendimento-racional-temporal, da mesma forma que a mudança está totalmente em curso, estamos quase numa corrida de "despertares".

    Muito obrigada a visita e a colaboração, seja sempre bem vindo.
    Vou lá no seu blog.
    Abraço!

    ResponderExcluir

Deixe suas dúvidas ou mande um e-mail.

- Copyright © Monik Ornellas - Skyblue - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -